A saudade fazer uma “esticadinha” um pouco maior com minha XT660 já estava grande, um dia de sol. A Desculpa perfeita, ir visitar o Rogério em Capão da Canoa.

Rodrigo, amigo de Pelotas também estava à caminho pois no Sábado faríamos um churrasco para comemorar o sucesso da viagem do Moto Grupo Falcão Gaúcho e amigos do FOL.

Dia calor, ensolarado. Fui direto ao escritório do Rogério, logo em seguida para a casa dele, onde já estavam Rodrigo e esposa.

Há algum tempo eu não reencontrava com o Rogrigo (o conheci na primeira viagem ao Uruguai), tínhamos muitas horas de assunto, fotos da Argentina e Chile para ver…

A noite foi até quase o nascer do sol, ouvindo o som do Planeta Atlantida (que acontecia a poucos metros dali).

Sábado fomos acordados com a chegada do pessoal para o almoço, que churrasquinho assim só gaucho sabe preparar!

Compareceram na confraternização Júlio Ferras, Furer, Rogério Alves e Cristiane (anfitriões), Cléber Bonotto, Rodrigo e Bianca, Roberto “Marréco”, MOE, Pépi “Legal” e Esposa, Alexandre e namorada.

Como já era de se esperar, essa turma não dava conta de falar e ouvir… muitas histórias. 2 viagens ao Chile para rir, principalmente com os erros cometidos.

Metade da tarde nos despedimos de Rogério, eu e a turma da grande Porto Alegre, pois decidi aumentar minha viagem abrindo mão dos shows do Planeta Atlântida.

Meu novo destino seria Parobé, uma pacata cidade. Seguí até lá com Pépe Legal.

Parobé reencontrei algumas amizades, jantamos em Sapiranga e na manhã seguinte fui para São Francisco de Paula, onde conheci uma casa de chás ingleses em anexo à uma linda livraria, que renderam diversas fotos.

Na Rota do Sol, tinha muita neblina dessa vez (primeira vez que pego baixa visibilidade nesta serra). Com a neblina comecei a sentir um leve frio, pois estava sem forro térmico no equipamento e apenas com camiseta por baixo, para mim foi uma ótima oportunidade para testar o meu mais novo acessório. Um “Heated Grips” ou Punho Quente, Punho com aquecimento, uma resistência dentro da borracha que promove conforto térmico nas mãos, um termostato com 4 niveis de intensidade que foram muito úteis, em pouquíssimo tempo já estava quase com calor. Esse acessório vai me dar uma boa ajuda no inverno (se minha bateria aquentar).

Chegando próximo a Sombrio cruzei com o Sr. Hitoshi Hasegawa, um Japonês sobre uma Dragstar americana, emplacada na Califórnia. Ele estava retornando do Ushuaya, rumando para o Rio de Janeiro, onde passará o carnaval. O roteiro foi Eua x Ushuaya x Brasil. Não conseguimos nos comunicar muito bem, pois meu inglês ainda é restrito, mas conseguimos “conversar” por aproximadamente 1 hora.

Chegando a minha cidade novamente, fui direto para a despedida de outro grande amigo, o Odilon Bocardo, que à quase 20 anos vive na Alemanha, mas passa suas férias aqui. Motociclista e amante de rodas, sempre que possível está nos eventos conosco. Uma grande festa.

Deixo aqui o meu agradecimento à família Alves que me tratam como um filho, ao pessoal de Parobé, um amor de pessoas e ao grande Odilon que em breve estará de volta para mais algum passeio!

This SimpleViewer gallery requires Macromedia Flash. Please open this post in your browser or get Macromedia Flash here.
This is a WPSimpleViewerGallery