19° dia. Geisers del Tatio a Laguna Colorada (Bolivia). 290

A noite de sono nao foi das melhores. O frio foi o pior que eu ja peguei na vida. Como roupa de camas usamos os sacos de dormir de acampamento. O problema é que o meu que é do tipo macacao de vestir ficou pequeno pra mim e tive que abrir o ziper nas extremidades dos pés e colocar as botas para dormir. Amenizou, mas passei muito frio ainda. Pela manha descobri o porque. O termometro que estava na moto marcava -12C.

Como dormimos perto dos geisers, deixamos nossas coisas ali naquele alojamento e fomos de moto para levar os equipamentos por uma estradinha de um quilometro. Bonotto saiu antes e segui depois. Ia pela estrada em segunda marcha, meio displicente mexendo no alforje de tanque quando passando pelo canto da pequena estrada, a moto afunda a dianteira numa terra fofa e vou ao chao. Caio de mal jeito, e bato com o peito no chao. Estava devagar e o susto foi maior que os danos (pensava eu) Levanto-me rapidamente , levanto a moto, e nisso o Bonotto ja chegava pra ajudar, fotografar e tirar sarro. Aparentemente nada grave.

Os geisers sao fantásticos! Grandes jatos d agua e vapor quente saem debaixo da terra, jorrando a grandes alturas. O visual é espetacular porque sao muitos geisers numa área nao muito grande. Ali nese local encontramos um grupo de dezesseis motociclistas de Chapecó (SC). Estavam fazendo uma viagem pela regiao do Atacama. Pessoal super alto astral e empolgadíssimos. Após um bom papo e algumas fotos fomos convidados a pssar em Chapecó na volta (estava no nosso roteiro) para um churrasco e para passarmos uma noite por lá. Vamos torcer para que os horários fechem e isso seja possível.

Na volta a Sao Pedro de Atacama a moto do Bonotto perdeu o freio traseiro. Tentamos de tudo para resolver, mas nao foi possível. Tivemos que sair de lá rumo as lagunas bolivianas sem freio traseiro, usando apenas o freio motor e o dianteiro. Isso complica muito a pilotagem.

Deixando Sao Pedro do Atacama, andamos uns 40 quilometros e achamos a entrada as lagunas bolivianas. Essa saída já era um sinal de que os próximos dias nao seriam fáceis. Comeca ali uma estrada de terra que sumiria depois pra dar lugar apenas a um grande deserto. Fomos seguindo por essa estrada rumo a Laguna Verde. Uma lagoa belíssima. Novamente hora do Bonotto falar com as imagens.

Ja estava chegando o fim da tarde quando encontramos no caminho de areia um ciclista. Sao muitos cliclistas percorrendo a América do Sul de bicicleta. Todo dia encontramos pelo menos dois. Paramos para conversar com ele. Era um alemao e ja estava rodando de bicicleta há tres anos. Encontramos ele no meio de uma reta de areia enfrentando um vento fortíssimo de frente e pela frente ele tinha pelo menos mais 80 quilometros até encontrar alguma coisa. Ele nos pareceu meio doente. Os lábios rachados, muito vermelho, voz embargada e meio aéreo.

A cada quilometro a estrada piorava muito e como ja o dia ja estava acabando procurávamos um lugar para passar a noite. Nessa hora fomos surpreendidos por uma construcao que era vista ao longe da estrada. Nao dava para ver ao certo o que era, mas vimos que muias caminhonetes que fazem o caminho das lagunas com turistas entrangeiros se encaminhavam para lá. Nos dirigimos ao local e nos deparamos com uma cena do filme Mad max. Era um sequencia de várias casas rústicas que sao usadas como apoio para o pessoal passar a noite. Ali no meio daquele deserto sem nada, aquele local ficava exposto a um vento fostíssimo e muita areia circulando por dentro do vilarejo. Encostamos as motos e acertamos para passar a noite e sair pela manha. O local era muito rústico mas era um ótimo apoio numa noite que comecava a cair muito fria novamente. Nao se pode brincar com as forcas da natureza neste local. O preco pode ser caro demais.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

2 Responses to 19° dia. Geisers del Tatio a Laguna Colorada (Bolivia). 290

  1. O que aconteceu para moto ficar sem freio ? vazou oleo de freio ? como resolveram ?

    OS caminhos foram previamente estudados pelo google earth ou checados com alguem que já tinha feito ? vcs tem as rodas de GPS que percorreram ?

    FOX

  2. IVO ANTONIO EGGER DE SOUZA says:

    Hoje dia 20/02/2013, comentando a nossa viagem ao Atacama com amigo Miguel Canal, lembrei de voces, com seu documentário, mostrei a ele. Lembrança que olhando a foto da nossa turma de motociclistas deu saudades de fazer nova viagem a esse lugar maravilhoso. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>